São João Calábria

 "...A Obra é para os tempos actuais..."

Somando os dias...

no dia 01/01/2017, quatro jovens fizeram a primeira profissão religiosa...

Ano Vocacional...

A não-violência: estilo de uma política para a paz

Quinta-feira Santa Ciclo B

Textos: Ex 12, 1-8. 11-14; 1 Co 11, 23-26; Jo 13, 1-15

Ideia principal: Tanto os gestos e acções, como as palavras e os silêncios de Jesus são “sacramentos” de Cristo que realizam o que significam e demostram a seriedade e a sublimidade do momento, como diz São João Calábria, a Palavra de Deus é Consecratória e realiza o que diz. Síntese da mensagem: Com a missa de hoje damos por concluída a Quaresma e iniciamos o Tríduo Pascal, que abarcará os três dias seguintes: Sexta-feira, Sábado e Domingo. Tradicionalmente na manhã desta Quinta-feira se celebrava a missa de reconciliação dos que durante a Quaresma tinham feito o caminho dos “penitentes”. A missa de hoje recorda a instituição da Eucaristia, a mandamento do amor fraterno e a instituição do ministério sacerdotal.

Pontos da ideia principal: 

Em primeiro lugar, os gestos. Primeiro gesto: Jesus se levanta da mesa, tira o manto, pega a toalha, se cinge, põe ague num jarro e lava os pés dos discípulos. Todas as acções são sinal visível de um significado invisível, portador da graça divina aqui e agora para nós. Com esse primeiro gesto, Jesus estava entregando à sua Igreja o mandamento da caridade fraterna e do serviço eclesial; todos somos irmãos e com a mesma dignidade. Segundo gesto da Quinta-feira Santa: o pão e o vinho que Ele consagra, convertendo-os no seu Corpo glorioso e no seu Sangue abençoado para a nossa transformação Nele e alimento para o caminho. Terceiro gesto: impõe as mãos sobre os doze discípulos, fazendo-os seus sacerdotes, continuadores dos seus mistérios de salvação. E eles, a seu tempo, deverão continuar com essa corrente, prolongando o sacerdócio de Cristo por todos os cantos da terra, quem Deus chamou a tão sublime vocação.


Está em... Home Missões Quinta-feira Santa Ciclo B